JANTAR-ESPETÁCULO

Bel Canto é antes de mais um encontro entre dois mundos, o canto lírico e a gastronomia...

A história de Bel Canto é a história do encontro entre dois mundos, o canto lírico e a gastronomia.

Um casamento de paixões harmoniosas, mesmo quando o tempo marca a distância.

De facto, quer se trate de alta cozinha ou de ópera, impera o rigor e a qualidade com o intuito de proporcionar novos prazeres gustativos e auditivos!

Recordemos que se jantava no Teatro Scala de Milão no século XVIII…!

Agora, uma Trupe de 100 cantores e 20 pianistas estão ao seu serviço para lhe oferecer jantares verdadeiramente «mágicos».

A qualidade dos artistas que atuam nos restaurantes Bel Canto é reconhecida no meio lírico.

Todas as noites, o encontro no nosso espaço de cantores e do público, confere a magia de Bel Canto. Entre pratos, sucedem-se as grandes árias do repertório trazidas pelas estrelas de amanhã, e os sabores misturam-se com a emoção do canto lírico conferindo momentos únicos.

Fazer renascer estes instantes efémeros inerentes à are lírica e à arte culinária, recriar todos as noites a harmonia entre sabores e musicalidade, seduzir em simultâneo o ouvido e as pupilas dos convidados, foi a missão proposta pelos criadores de Bel Canto no final da década de 90.

Para que a alquimia surta efeito, é fundamental respeitar os dois mundos fazendo a fusão daquilo que cada um tem de melhor para oferecer: procura incessante de novas harmonias e prazeres transcendentes para os nossos convivas.

A solução? A indumentária de encenação dos artistas de Bel Canto e um traje de empregado de mesa: são estudantes do Conservatório e jovens profissionais que participam no serviço e dão vida ao espetáculo. Aqui, janta enquanto decorre o espetáculo, transportado pelas grandes árias do repertório.

Com uma ideia forte e ultrapassadas as etapas de audição e de recrutamento, Bel Canto estreou-se no ano 2000 nas margens do Sena no Hôtel de Ville, seguido de Neuilly em 2004 e de Londres em 2008.